Já pensou em trabalhar com segurança de dados?

Essa é uma área em alta no mercado de trabalho e uma ótima oportunidade para quem gosta de TI. 

Segurança de dados é uma área que se preocupa em preservar informações, em especial aquelas que as pessoas compartilham com empresas e dados das próprias empresas.

Isso é feito através de estratégias e ferramentas específicas sob o cuidado de um profissional de TI. 

Neste artigo vamos falar sobre o que é a segurança de dados, por que está em alta no mercado de trabalho e o que você precisa fazer para ser um profissional da área. 

Você vai conferir:

O que significa segurança de dados?
As oportunidades em cibersegurança para quem trabalha com TI
Como trabalhar com segurança de dados
Conheça os cursos de TI que indicamos
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que significa segurança de dados? 

Segurança de dados é uma área da TI que se preocupa com a preservação de informações. Essas informações podem ser pertencentes a usuários ou a empresas. 

Isso significa que essa área reúne todas as ações, sejam elas preventivas ou reativas, que tenham o intuito de evitar que dados confidenciais de empresas ou informações pessoais de usuários sejam usados de maneira indevida. 

O objetivo da segurança de dados, então, é proteger informações contra roubo, modificações não autorizadas e acessos maliciosos de terceiros. 

A segurança de dados é fundamentada em 5 princípios. Confira: 

  1. Confidencialidade: esse fundamento garante que apenas pessoas autorizadas tenham acesso à informação cedida. 
  2. Autenticidade e integridade: garante que a informação é original, impedindo que sofra mudanças por descuido ou ataque de hackers. 
  3. Conformidade: garante que o sistema criado siga leis, normas de processo e regulamentos. 
  4. Disponibilidade: permissão dada pelos donos para que os dados e informações possam ser acessados por terceiros. 
  5. Irretratabilidade: esse fundamento impossibilita a negação da autoria de uma transação. 

Por que cada vez mais empresas estão preocupadas com segurança de dados? 

A preocupação das empresas brasileiras com o tratamento de dados de usuários começou a se tornar visível com a aprovação da Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais, a LGPD. 

Essa lei, inspirada na lei de proteção aos dados da Europa, garante que as informações que usuários e clientes cederem a empresas não serão usadas de maneira indevida ou vazadas. 

Devido à LGPD, pensar a segurança de dados de usuários se tornou realidade para muitas empresas, especialmente por conta das consequências financeiras. 

Um estudo realizado pela IBM concluiu que o custo médio de uma violação de dados no Brasil para as empresas é de um milhão de reais. 

Além disso, o Brasil foi apontado pela mesma pesquisa como um dos países mais vulneráveis ao vazamento de informações. 

Por essa razão, garantir que os dados de clientes mantidos em empresas não sofram ataques externos, e que não serão comprometidos internamente, é uma preocupação real.

segurança de dados - hacker

As oportunidades em cibersegurança para quem trabalha com tecnologia 

Nesse momento, onde a segurança de dados é crucial para empresas, a busca por profissionais de segurança da informação é uma necessidade. 

Entre as atividades exercidas por eles estão: 

  • Manter aplicativos e dados críticos inacessíveis a usuários não autorizados; 
  • Manter malwares sob controle; 
  • Evitar danos físicos e lógicos aos sistemas; 
  • Garantir proteção de informações contra phishing ransomware. 

Além de contratar profissionais qualificados e experientes na área, também existem empresas que investem em treinar seus colaboradores para atender às necessidades específicas da segurança da informação. 

Por isso, se você está interessado em trabalhar neste campo, pode começar de duas formas: sendo contratado como um profissional de segurança da informação ou sendo treinado dentro da empresa onde você já se encontra. 

Se você escolher a primeira opção, fique atento à nomenclatura usada nas vagas de emprego. Normalmente os anúncios contém os seguintes cargos: 

  • Gerente de segurança; 
  • Administrador de segurança; 
  • Consultor de segurança; 
  • Analista de segurança; 
  • Engenheiro de segurança ou arquiteto de segurança. 

Como trabalhar com segurança de dados 

Como dissemos acima, existem duas maneiras de se tornar um profissional de segurança de dados: começando como um ou sendo treinado. 

Se você está começando do zero, formação na área de TI é um requisito. Você pode escolher cursos como redes de computadores e análise e desenvolvimento de sistemas, por exemplo. 

E se você já trabalha com TI, a migração é mais fácil se você já atuar com: administração de rede e sistemas, suporte, help desk, programação, banco de dados e análise de dados. 

De maneira geral, é essencial que você tenha um conhecimento sobre sistemas primeiro. Assim, estará pronto para protegê-los de forma eficiente. 

Certificações 

As certificações são a base da carreira do profissional de segurança de dados. 

Existe a certificação CompTIA Security +, que constrói uma compreensão fundamental do que é segurança da informação. Essa certificação testa as habilidades do profissional nas principais funções de segurança. 

Para funções especializadas, existem as certificações CISSP e CISM. 

O CISSP é uma certificação que comprova a base que os profissionais têm em concepção e implementação de programas de segurança digital eficazes. 

Já o CISM é voltado para quem busca por um cargo gerencial na área da segurança de dados. 

Habilidades do profissional de segurança de dados 

Existem algumas habilidades essenciais a quem quer ser um profissional da área de segurança digital para além das competências técnicas. 

Entre as competências técnicas, a propósito, estão análise de segurança, testes de invasão, nuvem e aplicativos seguros, etc. 

Já entre as habilidades comportamentais está em primeiro lugar uma boa comunicação. Isso porque o profissional da área vai precisar colaborar com diferentes seções de TI dentro de uma empresa, assim como com usuários e gerentes de outros setores. 

Pensar fora da caixa e criatividade também são habilidades importantes, já que existe a necessidade da área de pensar em soluções inovadoras, identificar falhas e antecipar os movimentos de adversários externos e internos. 

Manter-se atualizado também é um requisito, especialmente quanto às competências técnicas. A segurança da informação, e a TI de forma geral, é uma área em constante desenvolvimento e um profissional que não se atualiza está fadado a ser esquecido pelo mercado.

segurança de dados - como trabalhar na área

Conheça os cursos de TI que indicamos 

Como dissemos acima, ter uma formação na área de TI é fundamental para quem quer trabalhar com segurança de dados. 

Então, vamos aproveitar este espaço para indicar alguns dos cursos que oferecemos aqui na UCPel e que podem ajudar você neste objetivo. 

A UCPel é uma universidade comunitária com 60 anos de comprometimento com a educação de qualidade.

Nossas pesquisas mostram uma marca de 82% de satisfação entre os alunos, e uma taxa de 70% de alunos graduados atuando no mercado de trabalho. 

Ao optar pela UCPel, você tem: 

  • Preços que cabem no bolso; 
  • Seis modalidades de bolsas de estudos e até 100% de desconto na mensalidade com a nota do Enem; 
  • Flexibilidade de horários para estudar onde e quando quiser; 
  • Reconhecimento no mercado impulsionado pelo nosso renome; 
  • Corpo docente qualificado e formado por mais de 200 mestres e doutores. 

Dito isto, conheça os cursos que indicamos! 

Análise e Desenvolvimento de Sistemas EAD 

No tecnólogo EAD em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, você aprende sobre as mais modernas ferramentas para colocar em prática códigos, softwares e, mais do que isso, ajudar empresas a protegerem seus dados e os dados de clientes. 

Conheça a grade curricular e mais detalhes clicando aqui. 

Ciências de Dados e Internet das Coisas EAD 

O objetivo do curso é desenvolver habilidades lógicas e analíticas dos estudantes, para que eles possam ser criteriosos e certeiros em suas ações quando estiverem no mercado de trabalho. 

Neste curso, você entende como aparelhos eletrodomésticos, smartphones, carros e demais objetos do cotidiano se conectam à uma rede de coleta e transmissão de dados e, desta forma, é possível controlar esses itens remotamente. 

Veja todas as informações neste link. 

Gestão da Tecnologia da Informação EAD 

O profissional formado em Gestão da Tecnologia da Informação EAD possui competências para administrar infraestrutura de ambientes informatizados, seja ele físico ou lógico. 

Ele é o responsável por controlar os níveis de serviço de sistemas operacionais e banco de dados, além de gerir sistemas implantados e definir parâmetros para utilização desses sistemas. 

Para que esse raciocínio lógico e analítico seja estimulado, a grade curricular é composta por disciplinas de exatas como modelagem de processos e sistemas, lógica, planejamento estratégico, gestão de qualidade, gerenciamento de infraestruturas e projetos, entre outros. 

Acesse a página do curso clicando aqui. 

Redes de Computadores EAD 

O curso de Redes de Computadores EAD prepara o aluno para compreender e planejar toda automatização de uma empresa, organização ou indústria, de forma a digitalizar todos os processos, aumentando o desempenho e reduzindo custos. 

Neste curso, você aprende a integrar os sistemas de forma lógica, fácil e satisfatória e pode utilizar os laboratórios do nosso campus para testar seus conhecimentos. 

Veja a grade curricular e os demais detalhes clicando neste link. 

Conclusão 

Esperamos que, chegando ao final deste artigo, tenha ficado mais claro o conceito de segurança de dados e o que você precisa fazer para atuar na área. 

Leia também: 

Melhores cursos de faculdade: profissões em alta em 2022 

O que é TI? Curso, profissão e mercado de trabalho 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT