Enem

O que estudar para o Encceja de Inglês ou Espanhol

Por Redação   | 

 Tag: Enem

O que estudar para o Encceja, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos? 

Essa é uma dúvida que muitas pessoas que se inscrevem para essa prova têm, já que ela pode ser realizada tanto por quem deseja ter um diploma do Ensino Fundamental quanto por quem desejam ter o diploma do Ensino Médio. 

Você ainda não sabe quais matérias são abordadas na prova? Não faz ideia se caem perguntas de Inglês ou Espanhol? Não sabe o que fazer com a nota que recebeu? 

Neste texto responderemos todas essas dúvidas e outras que também são muito frequentes. Acompanhe! 

Você vai conferir:

Quem pode fazer o Encceja?
A prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Encceja
Como estudar Inglês ou Espanhol para o Encceja
Peguei a nota do Encceja. E agora?

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Quem pode fazer o Encceja? 

Qualquer pessoa que não tenha concluído os estudos na idade apropriada pode realizar a prova do Encceja, o único requisito é em relação à idade dos candidatos. 

É preciso ter no mínimo 15 anos completos na data de realização do exame para fazer as provas do Ensino Fundamental e 18 anos completos para as do Ensino Médio. 

Aqui, vale frisar que o candidato não precisa ter cursado — e completado — o Ensino Fundamental para fazer a prova do Ensino Médio. 

Como fazer a inscrição para o Encceja 

Para fazer a inscrição, é preciso acessar a página de participantes no período estipulado pelo MEC, o Ministério da Educação. 

Não é necessário fazer o pagamento de nenhuma taxa, basta informar o número do CPF do participante, o documento de identidade e um e-mail que seja válido. 

No momento da inscrição, é necessário selecionar qual o tipo de prova que deseja fazer, se é para o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio. 

Também é preciso selecionar quais áreas do exame deseja fazer — caso tenha uma declaração de proficiência parcial em alguma área. 

Quem não conta com esse documento deve marcar todas as alternativas. 

Depois, é só aguardar a data da prova, que é realizada de maneira presencial e tem duração de um dia inteiro — e não em dois finais de semana como o Enem. 

Enquanto isso, uma boa ideia é utilizar todo esse tempo de espera para se preparar para o Encceja. 

As competências da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Encceja 

De uma maneira geral, o Encceja avalia o conhecimento escolar dos seus participantes, mas também vai um pouco além disso. 

Ele leva em consideração a relação dos candidatos com a família, com a sua comunidade e até com o trabalho — se esse for o caso. 

A aplicação da prova é realizada em um único dia, mas em dois turnos: o matutino e o vespertino. 

A parte de avaliação do conhecimento sobre as disciplinas é realizada por meio de provas aplicadas pelo Inep. 

Ela é composta por 60 questões objetivas — ou seja, de múltipla escolha — em cada turno e uma redação. Esse formato vale para ambos os níveis, tanto o Fundamental quanto o Médio. 

O que muda nos testes é a divisão das disciplinas, assim como o conteúdo que é abordado. 

Na prova do Ensino Médio, por exemplo, o candidato precisará responder 30 questões no período da manhã relacionadas a Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. 

No período da tarde, responderá mais 30 questões, só que dessa vez sobre Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens e Códigos e suas Tecnologias. 

Depois, fará a redação ao final. 

O Inglês e o Espanhol — que oficialmente são chamadas de Língua Estrangeira Moderna no Encceja — aparecem na parte da prova destinada às Linguagens e Códigos e suas Tecnologias. 

O candidato, aliás, não precisa se preocupar caso não seja fluente em uma dessas línguas. 

Todas as questões relacionadas a elas, que não aparecem em grande quantidade na prova, têm como base a interpretação de texto e não a gramática da língua em si. 

Além disso, geralmente elas aparecem acompanhadas de uma tirinha ou um enunciado simples para que o participante consiga entender sem maiores dificuldades.

O que estudar para o Encceja de Ingles ou Espanhol

Como estudar Inglês ou Espanhol para o Encceja

Boa parte dos candidatos que fazem o Encceja estão longe das salas de aula há um bom tempo e a instituição que realiza a prova, o Inep, sabe disso. 

Então, para que essas pessoas possam se inteirar dos assuntos que são cobrados em cada uma das provas — inclusive a de Espanhol ou Inglês —, apostilas gratuitas são disponibilizadas com exercícios e conteúdos resumidos. 

Outra maneira de se preparar é fazer provas antigas. Assim, é possível ter mais ou menos uma noção de como são as questões. 

Todas as provas de anos anteriores podem ser encontradas no site do Inep, assim como os gabaritos de cada uma delas. 

Para quem quer se preparar ainda mais, uma boa solução é assistir a vídeos gratuitos disponíveis no Youtube. 

Muitos professores independentes disponibilizam aulas gratuitas na plataforma e utilizam diversas formas de ensino. 

Então, basta escolher a matéria que deseja estudar e encontrar um professor que tenha uma didática agradável. 

Caso não seja possível acessar a internet para se preparar para o Encceja, existem diversos cursinhos populares oferecidos por ONGs, associações de bairro, universidades e até pelas Secretarias de Assistência Social dos municípios. 

Peguei a nota do Encceja. E agora? 

Para ser aprovado no Encceja, o candidato precisa alcançar uma nota mínima: 100 pontos no total das provas objetivas e mais 5 pontos na redação. 

Nesse método, vale frisar que a nota final não é calculada com base no número de acertos, mas na coerência das respostas. 

Se o candidato alcançou a pontuação mínima exigida, pode retirar o diploma de conclusão do Ensino Médio na unidade certificadora que escolheu quando realizou a inscrição. 

Com o certificado em mãos, um mundo de possibilidades é aberto. 

Com uma boa nota do Encceja, é possível ingressar no ensino técnico, prestar concursos públicos e privados e até mesmo começar uma universidade! 

Atualmente, o principal meio de ingresso no ensino superior é por meio do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). 

Com essa nota do Enem, o candidato pode concorrer a vagas em universidades públicas pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e nas particulares com o Prouni (Programa Universidade para Todos) ou pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). 

Também é possível conseguir descontos e até mesmo bolsas de estudos diretamente nas instituições de ensino superior privadas. 

Muitas delas oferecem boas condições de ingresso independentemente da nota do Enem sem burocracia. 

Agora que você já sabe o que é e o que estudar para o Encceja, assim como quem pode realizar essa prova e o que fazer com a nota dela, já pode se preparar para encarar esse desafio. 

Lembre-se de que um diploma de Ensino Médio continua relevante e pode abrir muitas portas, inclusive as de uma universidade!

Leia também: