Tag: Cursos UCPel

Você sabe o que é jornalismo de dados? Essa área do jornalismo é uma das que mais tem crescido e se destacado na atualidade. 

O uso de dados já está presente no jornalismo desde seus primórdios. Porém, na atualidade, com as novas ferramentas digitais que surgiram, é possível trabalhar quantidades maiores de informações.

A internet é um vasto terreno de investigação para os jornalistas, abrigando desde informações relacionadas a dados oficiais e pesquisas como tendências sobre a sociedade e a cultura.  

O papel do jornalista de dados é extrair informações da web e torná-las acessíveis através da narrativa jornalística.

Se antes ferramentas como Big Data e Github eram de domínio dos profissionais da tecnologia, no contexto atual, jornalistas também se apropriam desses meios para criar reportagens cativantes. 

O jornalismo de dados é uma tendência em ascensão e que tende a se consolidar cada vez mais no futuro.

Neste artigo, falaremos sobre jornalismo de dados, explicando como funciona e trazendo exemplos.

Fique conosco e conheça tudo sobre a área. 

Confira:
O que é jornalismo?
O que é jornalismo de dados?
Qual a importância dos dados para o jornalismo?
Como funciona o jornalismo de dados?
Exemplos de jornalismo de dados
Como se tornar um jornalista de dados?
Conclusão

como-funciona-jornalismo-de-dados

O que é jornalismo?

Antes de entrarmos especificamente no jornalismo de dados, é interessante compreendermos o conceito geral da profissão. 

Jornalismo é a atividade profissional que tem como objetivo coletar, investigar, analisar e transmitir informações sobre a atualidade ao grande público.

Esses profissionais produzem notícias e reportagens sobre o que acontece no país e no mundo, buscando levar informações de interesse coletivo ao público.

Para isso, o jornalista precisa estar atualizado sobre o que acontece ao seu redor, dominar técnicas de redação e produção para diferentes veículos de comunicação e identificar os fatos que devem ser informados à população.

Todas as ações dos jornalistas são guiadas pelos princípios da objetividade e da ética, visando construir credibilidade junto ao público.  

Esses profissionais podem atuar em diversos tipos de veículos de comunicação, como jornal, revista, rádio e televisão.

O que é jornalismo de dados?

O jornalismo de dados é uma das áreas de especialização do jornalismo.

Essa modalidade diz respeito à produção digital de notícias e reportagens que utilizam grandes bases de dados para elaborar seus conteúdos. 

Além disso, o jornalismo de dados também costuma utilizar diversos recursos gráficos e interativos para tornar mais agradável a experiência de visualização do usuário que consome esses conteúdos. 

Com o jornalismo de dados, a lógica tradicional do jornalismo se inverte.

Em vez de propor um tema de investigação e depois partir na busca de informações, os editores e repórteres mergulham nos acervos de dados coletados e identificam tendências que valem ser exploradas com mais profundidade. 

Através da análise desses dados, os jornalistas produzem reportagens e notícias precisas e relevantes sobre temas de interesse do público.

Ou seja, o jornalismo de dados é um método de produção de notícias orientado pelo uso de dados como fonte de informação.

Qual a importância dos dados para o jornalismo?

O jornalismo trabalha com dados desde os primórdios da profissão. Afinal, eles são fundamentais para embasar as narrativas jornalísticas. 

Dados e informações de qualidade são a matéria prima de toda a reportagem ou notícia que circula na atualidade. 

Os dados tendem a ser fontes de informação mais confiáveis do que as pessoas. Estatísticas não podem ser distorcidas, mas falas de entrevistados podem ter interesses por trás. 

Nesse sentido, os dados também ganham um papel relevante frente a crise de credibilidade que o jornalismo vem passando nos últimos anos, especialmente no Brasil. 

Além disso, com a disseminação cada vez maior de fake news, os dados também vem ganhando uma importância significativa para coibir essa prática. 

Através da consulta de dados e informações públicas, é possível desmentir diversas fake news que circulam na atualidade. 

Ou seja, os dados têm um papel fundamental no jornalismo e para a sociedade no geral. 

Como funciona o jornalismo de dados?

jornalismo-de-dados

Agora que você já sabe o que é e a importância do jornalismo de dados, vamos explicar como funciona essa especialidade. 

Para produzir reportagens e notícias, o jornalismo de dados utiliza uma série de ferramentas e recursos digitais para guiar suas iniciativas.

Ferramentas como Big Data, Github, Google Sheets e OpenRefine estão sendo incorporadas às redações dos jornais, permitindo a extração e análise de dados valiosos. 

Os jornalistas utilizam esses recursos para trabalhar com dados. 

A partir deles, começa o trabalho de identificação de correlações e tendências entre as informações coletadas. O objetivo é encontrar informações de interesse público que possam ser transformadas em conteúdo jornalístico.

Um bom caso para exemplificar são as reportagens sobre gastos públicos. 

Através do uso de diversas ferramentas digitais, os jornalistas extraem dados dos acervos oficiais e buscam por informações fora do comum, como gastos excessivos ou desvio de dinheiro.

Depois de extrair e organizar esses dados, os jornalistas passam a analisá-los para transformá-los em uma reportagem. 

ead ucpel

Exemplos de Jornalismo de Dados

Atualmente, existem diversos veículos no Brasil e no mundo se especializando em jornalismo de dados. Abaixo, trouxemos dois exemplos:

Nexo

Um ótimo exemplo brasileiro é o Nexo, um jornal digital que apresenta explicações precisas e interpretações sobre os principais fatos do Brasil e do mundo.

Em suas reportagens e gráficos interativos, o Nexo utiliza os dados para construir narrativas cativantes e contar histórias de forma diferenciada.

As criações visuais do site são o ponto que mais chama atenção, tornando didáticas e acessíveis informações complexas. 

O objetivo do Nexo é trazer informações contextualizadas, com uma abordagem original.

Confira aqui algumas das reportagens do jornal. 

The Pudding

Quando falamos de jornalismo de dados no aspecto global, a publicação norte-americana The Pudding é uma das estrelas. 

Fundado em Janeiro de 2017, o site busca proporcionar uma experiência completa e dinâmica ao usuário, entregando matérias repletas de recursos gráficos de visualização de dados que tornam a leitura mais fácil e atrativa.

Confira aqui algumas reportagens produzidas pelo The Pudding. 

Como se tornar um jornalista de dados?

O primeiro passo para se tornar um jornalista de dados é fazer faculdade de Jornalismo.

Essa formação é essencial para conhecer os aspectos básicos da profissão, que são essenciais para construir narrativas objetivas e atrativas.

Durante a graduação em jornalismo, os estudantes têm acesso a todo embasamento teórico de ética, teorias da comunicação, redação e sociologia necessários para compreender os acontecimentos e comunicá-los de forma responsável e assertiva. 

O bacharelado em Jornalismo tem duração de quatro anos, sendo essencial realizar estágios obrigatórios e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). 

Aqui no EAD UCPEL, temos o curso de Jornalismo na modalidade a distância, com encontros presenciais apenas a cada quinze dias. 

Confira as disciplinas que integram a grade curricular:

  • Teoria da Imagem
  • Teoria do Jornalismo e Semiótica
  • Plataformas Jornalísticas e a Notícia
  • Empreendedorismo, Marketing e Negócios do Jornalismo
  • Telejornalismo I (telejornalismo de base tradicional)
  • Redação Jornalística e a sociolinguística
  • Fotojornalismo I
  • Jornalismo Digital e Cibercultura
  • Jornalismo Especializado
  • Radiojornalismo
  • Novas Linguagens do Rádio
  • Crítica da Mídia
  • Estudos Culturais para Comunicação
  • Narrativas Jornalísticas Digitais
  • Leitura e Interpretação de Dados
  • Estratégias Digitais e Produção de Conteúdo

Durante a graduação, os estudantes adquirem noções gerais sobre jornalismo de dados. Ou seja, existe a necessidade de aprofundar seus estudos nessa área após concluir o curso. 

A Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) é uma das instituições que oferece diversos cursos gratuitos na área para jornalistas. 

A maioria dos cursos da Abraji são online, permitindo que profissionais de todo o país participem. O importante é estar atento às datas em que acontecem para não perder os prazos de inscrições. 

Confira aqui os cursos  da instituição. 

Além disso, diversas universidades oferecem pós-graduações e especializações na área de jornalismo de dados. Cabe realizar uma pesquisa levantando as principais instituições.

como-aprender-jornalismo-de-dados

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre jornalismo de dados, uma das áreas da comunicação que mais cresce na atualidade. 

O jornalismo de dados tem permitido a investigação de novos temas e a construção de narrativas cada vez mais cativantes através das ferramentas de visualização de dados. 

Esse segmento do jornalismo é um dos que tem mais destaque na atualidade e a tendência é que se consolide ainda mais nos próximos anos. 

Se você se interessa pela área, invista em uma graduação em jornalismo e comece a se especializar no assunto!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT