Tag: EAD

Após a chegada dos filhos, toda e qualquer decisão na vida de um pai ou de uma mãe precisa ser muito bem pensada, e, por vezes, as pessoas deixam alguns de seus desejos para outro momento.

Isso se reflete na escolha profissional e também nos estudos. Quantas vezes já não ouvimos falar sobre alguém que precisou abandonar sua graduação para ter que trabalhar e cuidar dos filhos?

O crescimento do ensino a distância no Brasil permitiu que estudantes que antes não tinham como se deslocar diariamente a uma universidade pudessem estudar em casa, na companhia da família, podendo conciliar as atividades acadêmicas com a rotina doméstica.

A possibilidade de fazer uma graduação EAD também ajudou milhares de pessoas que, por algum motivo, não puderam frequentar uma faculdade, a realizar o sonho de estudar após ver os filhos já crescidos, levando ao pé da letra a máxima de que nunca é tarde para um novo começo.

Foi o que aconteceu com Carlos Gadret, estudante de jornalismo da UCPel, na modalidade EAD. Aos 52 anos, ele afirma estar concretizando um de seus maiores sonhos: “trabalho desde os 15 anos na área de comunicação, em rádio, TV e produtoras. Já passei por inúmeras emissoras, como Rádio Pampa, Atlântida, Cultura, Caiçara, Eldorado, TV Pampa, TV Nativa e diversos veículos. Sempre fui apaixonado por jornalismo, tá no sangue”, afirma.

Carlos é sobrinho de Otávio Gadret, conhecido empresário de comunicação do Rio Grande do Sul, fundador da Rede Pampa. Segundo Carlos, foi o tio que o oportunizou sua primeira experiência profissional na área.

O estudante afirma que fazer jornalismo EAD tem sido uma experiência gratificante, pois está tendo acesso à teoria, conhecimentos sobre ética e também aplicação na prática, na edição de conteúdos e outros pré-requisitos da atividade jornalística: “estou muito satisfeito, é um curso muito bom. É realmente o que eu queria”, acrescenta.

Para Carlos, a possibilidade de estudar em casa é também a oportunidade de estar junto à família também no período de dedicação aos conteúdos. Ele tem dois filhos: Lívia (20) e João Pedro (17), que o apoiaram na decisão de voltar aos estudos: “nós temos uma relação muito legal. Minha filha me ajuda bastante, assim como meu filho, que é viciado em computadores e também me dá uma mão quando preciso fazer algum gráfico, por exemplo”.

carlos gadret - pelotas

Além do conhecimento técnico, fazer uma faculdade permite ao estudante desenvolver habilidades e conhecimentos que se refletem em outros aspectos da vida pessoal e social, como a multidisciplinaridade e o pensamento crítico, que é adquirido a partir das leituras realizadas ao longo do curso. E quem escolhe o ensino a distância cria, ao natural, uma disciplina para poder estudar em casa, que também pode ser usada no trabalho e até na rotina doméstica.

A qualidade de ensino de um curso EAD é a mesma do presencial. Isso porque, ele também é aprovado pelo MEC e precisa passar pelas mesmas exigências do órgão governamental. O aluno terá acesso aos conteúdos e só dependerá dele mesmo para usufruir de todo conhecimento que a faculdade oferece. 

Além disso, o diploma emitido em um curso de Jornalismo EAD é exatamente igual ao certificado emitido no curso presencial. Portanto, não haverá nada no diploma que diferencie se a faculdade foi feita distância ou presencial.

O exemplo de Carlos inspira e só reforça que a busca por conhecimento e evolução profissional não têm idade. Você também tem desejo em retomar os estudos?

Conheça os cursos EAD da UCPel e as formas de ingresso. Quem sabe aquele sonho de ter um diploma não está mais próximo de ser realizar do que você imagina?

 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT