Exemplos de soft skills para o mercado de trabalho? Venha descobrir tudo sobre essas habilidades neste artigo!

Esse conjunto de competências, chamadas de soft skills, tem sido cada vez mais requisitado no universo corporativo, principalmente pelo avanço de novos modelos organizacionais e empresariais.

Atualmente, além de profissionais capacitados tecnicamente, com uma formação sólida e boas referências, as empresas procuram também por colaboradores que mostrem competências interpessoais. 

As soft skills são habilidades não-técnicas, que se referem ao comportamento e à forma de trabalho do indivíduo. 

No dia a dia de trabalho, as soft skills causam um grande impacto e podem representar um enorme diferencial para o crescimento de uma organização. 

A seguir, trazemos exemplos de soft skills para o mercado de trabalho, explicamos as diferenças em relação às hard skills e mostramos como colocar essas habilidades no currículo. 

Confira:
O que são as soft skills 
O que são as hard skills
Qual a diferença entre soft skills e hard skills
As soft skills mais desejadas pelas empresas para você desenvolver
Como colocar as soft skills no currículo 
Por onde começar a desenvolver minhas soft skills 
Conclusão

exemplo-de-soft-skills -  colegas reunidos em volta de mesa com computadores

O que são as soft skills 

De forma simplificada, podemos dizer que soft skills são habilidades interpessoais.

Ou seja, são aquelas competências relacionadas aos traços comportamentais de um indivíduo, abarcando a forma ele lida com outros e consigo mesmo. 

Diferentemente das competências técnicas, as soft skills são mais difíceis de determinar e quantificar, afinal são características muito mais subjetivas. 

Para exemplificar, vamos imaginar Júlio. Ele tem vinte e cinco anos, acabou de se formar em Pedagogia e busca um cargo de professor em uma escola local. 

Você acha que as habilidades técnicas proporcionadas pela graduação serão suficientes para Júlio exercer plenamente sua profissão? Para dar aulas, ele vai precisar de competências como empatia, responsabilidade, paciência e escuta ativa. Todas essas habilidades são soft skills. 

Ou seja, dispor de um bom repertório técnico é essencial para se destacar no mercado de trabalho, mas sozinho é possível que não seja suficiente para determinar uma posição de sucesso.

É por isso que as empresas têm buscado cada vez mais por profissões que vão além das competências técnicas do cargo, observando e priorizando padrões comportamentais condizentes com o esperado pela empresa.

Mas quais são as soft skills mais requisitadas no mercado de trabalho? Nos tópicos a seguir, trazemos mais detalhes!

O que são as hard skills 

Hard skills são as habilidades técnicas, ou seja, aquelas que podem ser facilmente aprendidas por meio de cursos, treinamentos e workshops.

Graduação, conhecimento em língua estrangeira, mestrados, doutoradas e cursos técnicos são algumas das aptidões técnicas classificadas como hard skills. 

Essas habilidades são mais fáceis de identificar, sendo possível mensurá-las. 

Para exemplificar melhor, vamos voltar ao Júlio, personagem fictício que mencionamos no tópico anterior.

Já que o Júlio é formado em Pedagogia, qual seria melhor forma de ele potencializar suas hard skills? Uma pós-graduação na área de Alfabetização e Letramento seria uma boa opção, por exemplo, ou curso técnico sobre ensino à distância. 

Essas são algumas das habilidades técnicas que podem fazer diferença no currículo do Júlio. 

Na sequência, trazemos mais exemplos de hard skills.

Qual a diferença entre soft skills e hard skills

A principal diferença entre as soft skills e hard skills está na facilidade maior ou menor de de comprovar essas competências. 

As soft skills são habilidades mais subjetivas, que envolvem comportamento. 

Dessa forma, elas são mais perceptíveis após um conhecimento mais profundo de um profissional, muitas vezes através de testes psicológicos e comportamentais, em processos seletivos, ou no convívio diário para aqueles que já integram uma empresa. 

Já as hards skills, são de mais fácil constatação. Afinal, as competências técnicas podem ser comprovadas através de diplomas e certificados. 

É por isso que muitas vezes os recrutadores se apegam mais às hard skills do que as soft em um processo seletivo. 

Contudo, isso é um erro, já que nem sempre o profissional que demonstra mais conhecimento sobre determinada ferramenta ou tem um curso específico terá o melhor perfil para uma vaga.

Afinal, as habilidades soft skills são aquelas que determinam o aspecto emocional das pessoas e o modo como elas reagem às situações, o que pode fazer muita diferença no dia a dia. 

De forma geral, os dois grupos de habilidades se completam. Ou seja, o profissional que dominar tanto as hard quanto soft skills certamente se destaca muito no mercado de trabalho. 

Abaixo, trazemos exemplos de soft skills e de hard skills:

Exemplos de soft skills

  • Colaboração
  • Inteligência Emocional
  • Trabalho em equipe
  • Empatia
  • Comunicação eficaz
  • Liderança de equipe

Exemplos de hard skills

  • Graduação;
  • Cursos técnicos e/ou livres;
  • Pós-graduação;
  • Conhecimento prático em determinado processo;
  • Habilidades ligadas à tecnologia.

As soft skills mais desejadas pelas empresas para você desenvolver

Por mais que sejam mais subjetivas e difíceis de mensurar, as soft skills são cada vez mais valorizadas no mercado de trabalho. 

Atualmente, em quase todas as áreas, existem mais profissionais capacitados do que posições de emprego para absorver essa mão de obra qualificada.

Ou seja, além de investir em uma formação sólida  e de estar constantemente se atualizando, é preciso ter habilidades que vão além da técnica para chamar a atenção e conquistar promoções e cargos estratégicos. 

Abaixo, apresentamos 10 exemplos de soft skills para você começar a desenvolver hoje mesmo. Confira:

Responsabilidade e comprometimento

Essa pode ser uma característica óbvia, mas é sempre válido mencioná-la.

A responsabilidade é uma habilidade primordial para todos os profissionais. 

Afinal, é ela que traz consciência de que é preciso se dedicar e se empenhar para entregar os melhores resultados em sua função. 

Com a pandemia e o aumento dos postos de trabalho em home office, essa característica tornou-se ainda mais essencial, já que é preciso ter muita responsabilidade para manter seus horários e cumprir suas tarefas longe dos olhares dos gestores e do ambiente de trabalho.

Ou seja, a responsabilidade é uma das soft skills mais importantes no perfil de qualquer profissional 

Mesmo que seja difícil identificá-la em uma entrevista de emprego, por exemplo, no dia a dia de trabalho, é facilmente perceptível os profissionais que contam com essa habilidade ou não. 

Colaboração e trabalho em equipe

Saber trabalhar em equipe é uma das habilidades mais valorizadas no mercado de trabalho. 

Mesmo aqueles que trabalhadores mais autônomos, que suas funções não se relacionam com outros colaboradores da empresa, devem ter a capacidade de trabalhar bem em grupo. 

Afinal, é por meio do pensamento coletivo e da tomada de decisão conjunta que nascem ideias inovadoras e disruptivas. 

Além disso, na atualidade, é muito comum que as empresas dividam seus colaboradores em times, buscando que os profissionais encontrem soluções de forma coletiva e trabalhem de maneira mais conjunta. 

Portanto, desenvolver essas características de colaboração e trabalho em equipe é indispensável para o seu crescimento e desenvolvimento profissional. 

Pensamento crítico

É ótimo ter um profissional que entende e sabe executar bem todos os processos em sua área, mas é ainda melhor contar com um colaborador que possui uma visão analítica sobre o que é feito. Isso se chama pensamento crítico.

Ter pensamento crítico possibilita que os profissionais pensem fora da caixa e tragam sugestões criativas e inovadores para o seu ambiente de trabalho, o que é indispensável para o crescimento de qualquer instituição.

Ou seja, essa é mais uma habilidade que pode trazer muitos benefícios para os profissionais que desejam alavancar sua carreira

Comunicação Interpessoal

Você já trabalhou com um profissional que era muito bom no que fazia, mas não conseguia se comunicar de forma eficaz? Isso é bem mais comum do que parece. 

Todas as profissões dependem em determinado grau de boas relações interpessoais, seja com os próprios colegas ou com os clientes. Para isso, saber se expressar de forma eficaz e objetiva é essencial.  

Uma boa comunicação interpessoal é requisito básico para todos os profissionais. Afinal, ela permite que haja confiança e cooperação no local de trabalho. 

Além disso, para aqueles que almejam cargos mais altos e crescimento profissional, essa característica é indispensável. 

Proatividade

Não importa qual seja sua área de atuação, ser proativo é uma qualidade imprescindível para todos os profissionais.  

As pessoas proativas estão sempre em busca de formas de trazer melhores resultados para a empresa, indo além daquilo que está relacionado à sua pauta para isso.

Esses profissionais não esperam ser demandados e mostram muita autonomia para tomar atitudes e encontrar soluções para os problemas que surgem. 

A proatividade é uma característica essencial para se destacar no ambiente de trabalho, conquistar cargos mais altos e até mesmo melhores salários. 

Trabalhar essa habilidade certamente trará muitos benefícios para sua carreira!

Resolução de conflitos

A capacidade de resolver conflitos é uma das soft skills que mais impacta o clima no ambiente de trabalho.

Dessa forma, o profissional que sabe como resolver conflitos, buscando encontrar um consenso e manter uma relação saudável com os colegas, certamente se destaca. 

Os conflitos são inevitáveis e não precisam ser necessariamente negativos. Muitas vezes, podem ser oportunidades de crescimento e de melhoria dos processos. 

Por isso, os profissionais que lidam bem com conflitos são cada vez mais valorizados no mercado de trabalho, o que faz dessa capacidade uma das soft skills mais requisitadas. 

Capacidade de trabalhar sob pressão

Independentemente do tipo de empresa ou atividade realizada, momentos de pressão são inevitáveis para todos os profissionais. 

Eles podem acontecer por imprevistos ou por demandas naturais do trabalho. Seja qual for o caso, saber trabalhar sob pressão é uma capacidade essencial para profissionais de todas as áreas. 

É absolutamente natural que a pressão traga estresse e ansiedade para todos os envolvidos, mas quem tem essa soft skill sabe gerenciar melhor esses sentimentos para seguir entregando bons resultados. 

Senso de liderança

Você sonha com uma promoção ou está pensando em pedir um aumento de salário? Saiba que ter um perfil de liderança pode aumentar muito suas chances de conquistá-los.

Um profissional com espírito de liderança sabe motivar e envolver a equipe, além de ter a capacidade de apontar e reconhecer as falhas do seu time, encontrando oportunidades para melhorar e se desenvolver. 

Em função disso, a capacidade de liderança de um indivíduo é mais um soft essencial para quem busca crescer na sua área. 

Inteligência Emocional

Inteligência emocional é um conceito da psicologia que vem sendo cada vez mais empregado no mundo do trabalho. 

Esse termo se refere à capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos, tendo disposição e equilíbrio para lidar da melhor forma com eles.

Essa habilidade permite que os profissionais tenham um bom rendimento mesmo trabalhando sob pressão e evita que os colaboradores passem por crises de estresse e ansiedade. 

Afinal, os profissionais que dominam a inteligência emocional são capazes lidar melhor com os sentimentos negativos que situações extremas podem causar. 

É por isso que a inteligência emocional é uma soft skill cada vez mais procurada pelos recrutadores e gestores, sendo muito importante desenvolvê-la ao longo da carreira. 

exemplos-soft-skills - dois homens apertando as mãos e sorrindo um para o outro

Habilidades de negociação

Ter habilidades de negociação não é uma característica importante somente para aqueles que trabalham diretamente com vendas. Saber negociar é essencial para o dia a dia de todos os profissionais. 

Aqueles que têm habilidades de negociação conseguem argumentar melhor em reuniões e tendem a sempre tentar chegar a um consenso na equipe.

Ou seja, é uma habilidade muito importante para se destacar profissionalmente e alavancar sua carreira. 

Como colocar as soft skills no currículo 

Diferente das hard skills que podem ser comprovadas através de diplomas e certificados, as soft skills são mais difíceis de colocar no currículo. 

Essas habilidades pessoais são mais subjetivas, o que dificulta sua comprovação. 

Isso quer dizer que elas devem ficar de fora do currículo? Não mesmo!

Muitas pessoas optam por simplesmente listar suas soft skills no currículo, mas essa não é a melhor forma. 

O ideal é trazer exemplos de fatos que transmitam essas habilidades, contextualizando uma situação em que você pode aplicá-las. 

Por exemplo: “No meu primeiro emprego, fui responsável pela reformulação de processos que fizeram a empresa obter tais e tais resultados”. 

Essa sentença não fala especificamente de nenhuma habilidade, mas transmite a responsabilidade, comprometimento e proatividade do profissional. 

Uma sugestão é trazer essas informações na apresentação pessoal do currículo, destacando através das experiências passadas as suas principais soft skills.

Essa é uma forma mais sutil e eficaz de trazer suas competências interpessoais e se destacar no processo seletivo. 

Por onde começar a desenvolver minhas soft skills 

O primeiro passo para desenvolver soft skills é o autoconhecimento. Afinal, só ele permitirá que você entenda quais são os seus pontos fracos e fortes.

É bem possível que você já tenha muitas das habilidades citadas neste artigo, mas certamente existem outras para adquirir ainda. 

Dessa forma, o mais importante é olhar para suas experiências passadas e identificar o que deu certo e errado nosso seu método de trabalho. Assim, é possível perceber suas principais competências interpessoais e aquelas que ainda devem ser desenvolvidas. 

Além disso, outra estratégia é pedir feedbacks. Converse com seus colegas e gestores, questionando-os sobre suas principais qualidades e defeitos profissionais.

A partir desses movimentos, será possível determinar quais soft skills você ainda precisa desenvolver para conquistar mais oportunidades em sua trajetória profissional. 

Conclusão

Neste artigo, trouxemos exemplos de soft skills e explicamos como desenvolvê-las.

Essas habilidades interpessoais são cada vez mais requisitadas e valorizadas no mercado de trabalho. 

Sendo assim, é essencial dar uma atenção especial a elas, indo além das habilidades técnicas em sua trajetória profissional. 

Ter um bom conjunto de soft e hard skills certamente o colocará a frente no mercado de trabalho. 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT