Mercado de Trabalho

Efeito Osborne: quando o anúncio de um novo produto acaba com o antigo

Por Redação   | 

 Tag: Mercado de Trabalho

Por acaso, você já deixou de comprar um produto porque sabe que outro produto semelhante, mas com melhores features, será lançado em alguns meses? 

Se sua resposta foi positiva, você já participou do Efeito Osborne. 

O Efeito Osborne acontece quando uma empresa faz o anúncio de um produto superior ao que já vende com muita antecedência. 

E a antecipação gerada no consumidor faz com que o produto atual venda muito menos, o que pode trazer consequências desastrosas para a empresa. 

Neste artigo, vamos entender o que é o Efeito Osborne, como ele surgiu, quais são os principais exemplos e como você, enquanto profissional, pode se preparar para evitá-lo. 

Você vai conferir:

O que é o Efeito Osborne?
Exemplos de produtos afetados pelo Efeito Osborne
As lições que você pode tirar do Efeito Osborne
Conclusão

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que é o Efeito Osborne? 

O Efeito Osborne é um padrão observado no mercado que se refere a uma situação de canibalismo entre produtos semelhantes por conta de um anúncio prematuro. 

Por exemplo, digamos que uma empresa está vendendo um modelo de celular neste exato momento. 

Internamente, ela está trabalhando em um novo modelo, muito mais moderno e superior tecnologicamente ao modelo atual, mas que não estará disponível no mercado por mais um ano. 

Em uma tentativa de se manter competitiva, a empresa em questão resolve anunciar que está trabalhando nesse novo modelo. 

E assim, como reflexo, seus consumidores deixam de comprar o modelo atual porque sabem que um modelo muito melhor está chegando. 

O problema disso é que entre o anúncio e o lançamento efetivo do novo modelo, a empresa pode enfrentar diversos problemas, como produtos parados na prateleira, atraso em pedidos, redução da receita e até falência. 

Essas consequências são chamadas de Efeito Osborne, que se tornou uma constante no mercado de tecnologia desde que foi cunhado nos anos 1980. 

A história do Efeito Osborne 

A história do Efeito Osborne começa em 1983 com a falência da empresa Osborne Computer Corporation (OCC). 

Fundada por Adam Osborne em 1980, a OCC foi a primeira empresa nos EUA a produzir o primeiro computador realmente portátil e de uso pessoal. 

A empresa tinha um único produto como carro-chefe, o Osborne 1. 

osborne 1 efeito osborne

O computador Osborne 1. 

Seus problemas começaram quando, em 1983, revendedores da OCC anunciaram que a empresa estava trabalhando em uma nova máquina, o Osborne Executive. 

Como consequência, os consumidores pararam de comprar o Osborne 1 e ficaram esperando que o Osborne Executive chegasse ao mercado. 

Na lógica do comprador, valeria muito mais a pena esperar que o novo produto chegasse. Por que comprar dois computadores, quando se podia esperar e comprar um só? 

Os efeitos desse anúncio antecipado para a OCC foram desastrosos porque a empresa, que tinha apenas um produto no catálogo, viu suas vendas despencarem e ficou sem receita. 

A Osborne Computer Corporation foi obrigada a pedir uma concordata preventiva pouco depois, mas nunca se recuperou do golpe autoinfligido. 

adam osborne efeito osborne

O fundador da OCC, Adam Osborne. 

Depois de anunciar a falência, muito foi especulado sobre o motivo de a empresa ter falido. O consenso geral, por isso o efeito recebeu esse nome, foi que a culpa veio do anúncio prematuro. 

Na época, Adam Osborne declarou que não era sua intenção soltar a notícia tão cedo. 

Ele disse que se encontrava com os engenheiros em quartos de hotel fechados e que eles não imprimiam nada que fizesse menção ao Osborne Executive. 

Porém, acredita que os planos podem ter sido ouvidos por seus revendedores e que grande parte deles cancelou os pedidos do Osborne 1 e ficaram esperando a novidade. 

Algum tempo depois, antigos funcionários da empresa começaram a trazer dúvida sobre o motivo de falência da Osborne Computer Corporation. 

Segundo eles, havia muito mais por trás do que apenas um anúncio prematuro. 

Porém, independentemente do motivo, a experiência da OCC nos trouxe um nome para este fenômeno, que se repetiu diversas vezes depois disso. 

Exemplos de produtos afetados pelo Efeito Osborne 

O Efeito Osborne é bastante comum no ambiente da tecnologia. 

Isso porque estamos lidando com produtos que se tornam obsoletos com maior rapidez. Talvez por isso, as maiores ocorrências desse fenômeno estejam no setor. 

Além da OCC, outras empresas passaram pelo Efeito Osborne. Confira as principais: 

  • A SEGA Corporation era uma empresa que dominava o mercado de vídeo game e consoles nos anos 1990. Em 1994, ela lançou o Saturn, que se tornou o console mais popular no Japão e vendeu mais de 9 milhões de unidades no mundo inteiro. Para a SEGA, o problema começou em 1996, quando eles começaram a falar sobre o Dreamcast, console que só chegaria ao mercado em 1998. Por conta da queda nas vendas, o Dreamcast foi o último console da SEGA, encerrando 18 anos de atuação nesta frente. 
  • Seguindo o exemplo da SEGA, os consoles da Sony e da Microsoft, o Xbox One e o PS4, respectivamente, também sofreram o efeito de sucessores anunciados antes do tempo. As vendas desses dois consoles começaram a diminuir assim que o anúncio dos consoles Xbox Series X e PS5 foi feito. 

ps4 e ps5 efeito osborne

Os consoles PS5 e PS4, da Microsoft. 

  • Nos anos 2000, o mercado da telefonia móvel era dominado pelo sistema operacional Symbian, utilizado pela Nokia na produção de seus celulares. Porém, em uma época em que o iPhone começava a se apresentar, a Nokia buscou uma maneira de produzir telefones com um sistema operacional mais completo e rápido. Celulares com Symbian levavam 22 meses para serem produzidos, então a Nokia resolveu começar a produzir celulares com o sistema operacional da Microsoft, o Windows Phone. O que parecia ser uma boa ideia se tornou um pesadelo porque, no meio tempo entre o anúncio e o começo das vendas do Windows Phone, a venda de celular com Symbian começou a cair e os celulares com Android e iOS começaram a aumentar, tirando a Nokia do mercado. 
  • Nos anos 1990, notou-se uma queda na venda dos televisores de maneira geral por conta do anúncio da tecnologia do HDTV. Nesse caso, não estamos falando de uma empresa em específico, mas de um setor inteiro. Como a tecnologia do HDTV não se tornou realidade até a década seguinte, as vendas voltaram ao seu número esperado. 

E apesar de todos os exemplos terem acontecido depois de identificado e nomeado, o Efeito Osborne acontece desde sempre. 

Um dos exemplos mais famosos desse fenômeno aconteceu nos anos 1970, anos antes da falência da Osborne Computer Corporation. 

  • A North Star Computers anunciou, em 1978, uma nova versão de seu FDC, o controlador de disquete. Esse novo produto seria vendido pelo mesmo preço do produto atual, porém teria o dobro da capacidade. Por conta dessa estratégia, as vendas do antigo FDC despencaram e a North Star Computers quase foi à falência. 

Podemos, também, incluir entre os exemplos um Efeito Osborne que está para acontecer nos próximos anos. Segundo estudiosos, ainda dentro da década de 2020. 

Por conta da popularização dos carros elétricos, especialistas preveem que o Etanol, e consequentemente, carros flex, movidos à gasolina e etanol, desaparecerão. 

Isso porque existe uma consciência social crescente de que os motores à combustão são poluentes e a constatação de que carros elétricos ajudam a reduzir os custos com locomoção. 

As lições que você pode tirar do Efeito Osborne 

Agora que já falamos sobre o que é o Efeito Osborne e já apresentamos os principais exemplos do fenômeno, vamos conversar sobre o que podemos aprender com eles. 

A primeira lição que um empreendedor e empresário tira da observação do efeito é não apressar um processo de lançamento e não fazer anúncios antes do tempo. 

O Efeito Osborne é caracterizado justamente pelo anúncio precoce de um novo produto que pode devorar o produto atual, então tenha isso em mente. 

O ideal é sempre ter uma boa estratégia de lançamento e estar preparado para este efeito. Até porque pode ser que você faça tudo certo, mas as vendas caiam mesmo assim. 

A segunda lição é procurar não ter apenas um produto no seu catálogo que seja seu carro-chefe. 

Este é um exemplo que podemos observar ao ver, nas histórias vistas no tópico acima, quais empresas faliram e quais não faliram. 

A Osborne Computer Corporation dependia inteiramente das vendas do Osborne 1. Então, ao sofrer o efeito, não havia mais de onde trazer receita. 

Já em outras empresas, como a SEGA, a receita principal não dependia apenas da venda de consoles, então a empresa conseguiu se manter aberta. 

Por fim, a terceira lição é construa um branding excelente e converta consumidores em fãs.

Lançamentos da Apple sempre formam filas nas lojas. 

E esta dica é baseada em uma empresa de tecnologia que lança diversos produtos, mas que nunca sofreu o Efeito Osborne: a Apple. 

E segundo entusiastas, isso acontece porque os consumidores da Apple estarão conferindo e adquirindo seus lançamentos, mesmo que tenham comprado o último iPhone há poucos meses. 

Essas pessoas fazem isso porque amam, acreditam e seguem a marca, não só por causa de seus produtos. 

Conclusão 

Neste artigo, nós conversamos sobre o Efeito Osborne e as consequências que ele pode trazer para empresas. Consequências estas que vão desde a queda de receita até a falência. 

Trouxemos aqui também algumas dicas de como você, enquanto empreendedor ou empresário, pode lidar com esse fenômeno. 

Aproveitamos este espaço também para trazer uma dica extra: estando preparado para atuar no mercado de maneira estratégica, você saberá lidar com o Efeito Osborne. 

E uma maneira de se preparar é se tornando um especialista. 

No EAD da UCPel, você encontra mais de vinte cursos de pós-graduação em áreas diversas para se aprofundar na sua área de atuação e desenvolver seus conhecimentos, habilidades e competências. 

Dentre estes cursos, por exemplo, você pode conferir alguns que ajudam a melhorar sua gestão estratégica para lidar com o Efeito Osborne. Confira: 

Além disso, fazer uma Pós-Graduação EAD na UCPel traz aceleração de carreira. 

Isso porque nossos cursos são múltipla certificação, onde você conquista um certificado a cada três meses e ainda tem acesso a um acompanhamento de carreira. 

Confira todos os cursos oferecidos neste link. 

Leia também: